Deficiência auditiva em Motoristas

Deficiência auditiva em Motoristas

Você sabia que o tipo de perda auditiva relacionada ao trabalho ocorre em sua maioria, devido aos riscos existentes, provenientes da exposição continua a ruídos e barulhos intensos?

Entenda a Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR):

Conhecida como Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR), este tipo de perda auditiva pode estar relacionado também, a outros fatores causais, como por exemplo:

  • Exposição continua a determinados ruídos ambientais;
  • Exposição continua a agentes e substâncias químicas (combustíveis e solventes);
  • Exposição a vibrações intensas;
  • Exposição intensa ao calor em ambientes de trabalho

A importância da saúde auditiva dos motoristas:

cidade barulhenta surdez

O transporte terrestre rodoviário é o mais importante no país, pois supre as necessidades dos brasileiros, além de movimentar a economia em todo território nacional.

O elevado valor dos veículos, as vidas sob sua responsabilidade, as cargas valiosas e tóxicas, a sinalização deficiente das vias e estradas igualmente defeituosas, caracterizam desafios que os motoristas são obrigados a enfrentar em sua jornada de trabalho.

O excesso de ruído nos centros urbanos, o calor que desprende de dentro da cabine, a conformação da poltrona, nem sempre anatomicamente correta, e a permanência em uma mesma posição em frente ao volante, demandam desses profissionais uma intensa atividade física e mental.

Quem são os grupos de risco?

  • Motoristas de caminhão
  • Motoristas por aplicativo
    • Uber
    • 99 Táxis
    • Cabify
    • Easy Taxi
    • Entre outros…
  • Motociclistas
  • Profissões que exigem viagens constantes:
    • representantes de vendas
    • técnicos e assistentes de instalação e manutenção
    • entre outros…

Os principais sintomas em um motorista muito exposto ao ruído:

  • Sinais de perda auditiva;
  • Audição de zumbidos;
  • Dificuldade para a compreensão da fala durante as conversas com outras pessoas;
  • Dificuldade para localizar a origem da fonte sonora;
  • Dificuldade de atenção e concentração durante a execução das tarefas;
  • Intolerância a exposição a uma carga sonora intensa;
  • Alterações durante o sono;
  • Dores de cabeça;
  • Tontura e dificuldades para manter o equilíbrio do corpo;
  • Irritação e ansiedade;
  • Isolamento e constrangimento causados pela dificuldade auditiva.

Motorista, faça um exame audiológico:

Torna-se de extrema importância realizar exames audiológico anualmente para acompanhar a saúde auditiva. Além disso, estes motoristas devem participar de um Programa de Prevenção de Perdas Auditivas (PPPA), o qual promove ações para evitar o desencadeamento ou o agravamento de perdas auditivas, bem como, os efeitos extra auditivos causados pela exposição ao ruído intenso ou aos outros agentes de risco à audição.

2019-05-13T14:49:05+00:00