Entenda a perda auditiva em motoristas

Entenda a perda auditiva em motoristas

Seja motorista de caminhão, Uber®, ônibus ou Taxi, a exposição ao ruído é constante, e isso pode acarretar em perdas auditivas em motoristas bem expressivas. De acordo com um estudo da revista CEFAC, 31% dos motoristas de ônibus possuem algum tipo de perda auditiva! E, você sabia que o tipo de perda auditiva relacionada ao trabalho ocorre em sua maioria, devido aos riscos existentes, provenientes da exposição continua a ruídos e barulhos intensos?

Entenda a Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR):

Conhecida como Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR), este tipo de perda auditiva pode estar relacionado também, a outros fatores causais, como por exemplo:

  • Exposição contínua a determinados ruídos ambientais;
  • Exposição continua a agentes e substâncias químicas (combustíveis e solventes);
  • Exposição a vibrações intensas;
  • Exposição intensa ao calor em ambientes de trabalho.

A importância de cuidar da perda auditiva em motoristas:

cidade barulhenta surdez

O transporte terrestre rodoviário é o meio mais importante no país, pois supre as necessidades dos brasileiros, além de movimentar a economia em todo território nacional.

O elevado valor dos veículos, as vidas sob sua responsabilidade, as cargas valiosas e tóxicas, a sinalização deficiente das vias e estradas igualmente defeituosas, caracterizam desafios que os motoristas são obrigados a enfrentar em sua jornada de trabalho.

O excesso de ruído nos centros urbanos, o calor que desprende de dentro da cabine, a conformação da poltrona, nem sempre anatomicamente correta, e a permanência em uma mesma posição em frente ao volante, demandam desses profissionais uma intensa atividade física e mental.

Quem são os grupos de risco?

  • Motoristas de caminhão
  • Motoristas de ônibus
  • Motoristas por aplicativo
    • Uber®
    • 99 Táxis®
    • 99 Pop®
    • Cabify®
    • Easy Taxi®
    • Entre outros…
  • Motociclistas
  • Profissões que exigem viagens constantes:
    • representantes de vendas
    • técnicos e assistentes de instalação e manutenção
    • entre outros…

Os principais sintomas de perda auditiva em motoristas muito expostos ao ruído:

  • Audição de zumbidos;
  • Dificuldade para a compreensão da fala durante as conversas com outras pessoas;
  • Dificuldade para localizar a origem da fonte sonora;
  • Dificuldade de atenção e concentração durante a execução das tarefas;
  • Intolerância a exposição a uma carga sonora intensa;
  • Alterações durante o sono;
  • Dores de cabeça;
  • Tontura e dificuldades para manter o equilíbrio do corpo;
  • Irritação e ansiedade;
  • Isolamento e constrangimento causados pela dificuldade auditiva;
  • Outros sinais de perda auditiva.

Motorista, faça um exame audiológico:

Torna-se de extrema importância realizar exames audiológico anualmente para acompanhar a saúde auditiva. Além disso, estes motoristas devem participar de um Programa de Prevenção de Perdas Auditivas (PPPA), o qual promove ações para evitar o desencadeamento ou o agravamento de perdas auditivas, bem como, os efeitos extra auditivos causados pela exposição ao ruído intenso ou aos outros agentes de risco à audição.

Não se engane, não é somente perda auditiva em motoristas!

É muito importante estarmos cientes que os motoristas não são os únicos grupos de riscos, a perda auditiva induzida por ruído (PAIR) é causada por excesso de som alto durante um longo perído de tempo, por exemplo, no ambiente de trabalho, ao participar de shows, ao ouvir som no smartphone, ou pode ser causada também através de alta intensidade de ruído como de disparo de tiro, buzinas e fogos de artifício.

Esteja atento! Caso você participe de um ambiente de trabalho ruidoso que não possui proteção auditiva, tome as devidas providências, a saúde auditiva de muitos trabalhadores estão em risco!

A audição é um dos sentidos humanos mais atacados na maioria das vezes no ambiente de trabalho. O ruído é seu principal inimigo. O cuidado e o uso de protetores auriculares no trabalho são indispensáveis para a manutenção da saúde auditiva em ambientes ruidosos.

Um trabalhador exposto a 85 decibéis, só pode permanecer sem o uso do protetor auricular no local por apenas 8 horas, e considerando que uma simples máquina de cortar grama gera em torno de 90 decibéis, fica mais fácil de entender qual a real necessidade dos equipamentos de proteção.

Cliente Embaixador Digsom - AJude quem precisa e ganhe prêmios!
2019-06-10T13:47:19+00:00